Os destinos preferidos pelos maranhenses: Barreirinhas, Lagoa de Cassó, em Primeira Cruz, Chapada das Mesas e Santo Amaro (fotos/Divulgação)

 

É fato. Viajar não é a mesma coisa nesses tempos sem precedentes. Todavia, dados da Booking.com revelam que a felicidade que uma viagem pode trazer não é medida em quilômetros. Nesse sentido, os planos de viagem podem ter mudado drasticamente em 2020, mas isso deu aos viajantes a oportunidade de explorar destinos mais perto de casa, descobrindo – e, em muitos casos, redescobrindo – locais e experiências únicas.

Portanto, ao analisar os padrões de viagem dos últimos meses (entre junho e agosto), a Booking.com calculou que a distância média que os brasileiros viajaram caiu 63%(1) em comparação com o mesmo período do ano passado, o que está em linha com a média global, também de 63%. De fato, ao olhar para os meses de junho a agosto de 2019, os viajantes brasileiros percorreram, em média, 1.557 quilômetros por reserva (1), e essa distância caiu para apenas 569 quilômetros por reserva (1) neste ano.

Por outro lado, quando se trata da escolha da acomodação, os brasileiros estavam mais propensos a optar por um chalé entre os meses de junho e agosto deste ano, em comparação com o mesmo período ano passado.

Nelson Benavides, gerente regional da Booking.com no Brasil

 

Nelson Benavides, gerente regional da Booking.com no Brasil, afirma: “Primeiramente, durante esses tempos sem precedentes, é reconfortante ver que, embora nossos planos e prioridades possam ter mudado, nossa paixão por viagens não mudou. Os últimos meses provaram que a felicidade que uma viagem pode trazer não é simplesmente medida em quilômetros e que há muitas aventuras a serem exploradas e conforto a ser encontrado bem perto de casa. Sendo assim, com a nossa missão de fazer com que vivenciar o mundo fique mais fácil para todos, oferecemos o maior leque de opções de lugares para ficar, ótimo valor e a experiência mais fácil para que os viajantes possam desfrutar de todos os tipos de experiências de viagem, sempre que for seguro fazê-lo e seja perto ou longe.”

Pesquisa online realizada em novembro de 2019, com 50.688 entrevistados em 29 mercados, incluindo o Brasil. Para participar, todos deveriam ter 18 anos de idade ou mais, ter viajado pelo menos uma vez nos últimos 12 meses e ser o principal tomador de decisões ou estar envolvido na tomada de decisão de sua viagem. (Com informações: www.revistaevidencia.com/)

Gostou? Compartilhe!
Share on Pinterest
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar