José de Ribamar Barbosa Belo tinha 79 anos e era presidente do Sindicato da Indústria da Construção de Obras Rodoviárias do Maranhão (Sindicor) e das empresas Termac – Terraplenagem, Mecanização Agrícola e Comércio Limitada; da JB – Distribuidora de Combustíveis Limitada; e da JBM – Empreendimentos Turísticos S.A. (Foto/Arquivo)

 

Causou profunda tristeza na sociedade e no segmento da indústria e comércio de São Luís, o falecimento do empresário José de Ribamar Barbosa Belo, na madrugada desta segunda-feira, 31 de maio, na capital.

Zeca Belo era vice-presidente da FIEMA, presidente do Conselho Temático de Infraestrutura e Obras da FIEMA, membro do Conselho Temático de Infraestrutura da Confederação Nacional da Indústria (CNI), ex-presidente e Fundador do Sindicato da Indústria da Construção de Obras Rodoviárias do Maranhão-SINDICOR.

Membro do Conselho do Instituto de Cidadania Empresarial- MA, do Conselho do Educandário Santo Antônio, do Conselho Estadual do Meio Ambiente, do Conselho Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, do Conselho do Centro de Apoio aos Pequenos Empreendimentos e Membro da Comissão Gestora para o Plano de Preservação do Centro Histórico de São Luís – IPHAN. Foi também Coordenador Geral da 18ª RPU – Reunião de Pavimentação Urbana da ABPV e presidente do conselho deliberativo estadual do Sebrae no Maranhão.

O presidente da Fiema, Edilson Baldez das Neves, assim se manifestou: “Empreendedor por vocação, sempre se empenhou em ampliar as nossas fronteiras, com a implantação de estradas que muito contribuíram para o desenvolvimento econômico do Maranhão. Neste instante de grande dor, a diretoria e todos os que compõem o Sistema FIEMA, enviam à família enlutada sentimentos de pesar e suas orações, rogando a Deus que a conforte neste momento difícil”.

Já o presidente do Sinduscon-MA, Fábio Nahuz, postou em nota oficial que: “Sua capacidade de liderança e competência profissional o tornou referência no setor de construção de estradas, bem como nos setores imobiliário, turístico e de combustíveis. Tinha uma atuação brilhante também no associativismo, defendendo a classe empresarial dos setores que representava sempre com ética e seriedade. Neste momento de extrema dor, a diretoria do Sinduscon e empresários associados enviam condolências à família  enlutada, e o desejo de que Deus possa confortá-la por tamanha perda”.

A Fecomércio-MA, em nome de sua diretoria e associados, também lamentou a inestimável perda para o setor produtivo maranhense e manifestou solidariedade aos amigos e familiares do empresário: “Unimo-nos em orações para que Deus posso confortar o coração de todos os enlutados”, finalizou a nota da Fecomércio

A Associação Comercial do Maranhão (ACM), em sua homenagem ao empresário, por sua vez, reconhece que o empresário deixa um legado de retidão, força empreendedora, amizade, lealdade e de compromisso com o Associativismo, com o fortalecimento da infraestrutura estadual e a preparação do Maranhão para o desenvolvimento e com a Casa do Empresário. “Neste momento de imensa tristeza, nos associamos aos familiares, a D. Marilena, companheira de jornada, aos filhos e netos e amigos nesta despedida, desejando consolo a todos e a ele, que em vida, foi um amigo inestimável, que Deus o receba com luz e amor!”.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), manifestou profundo pesar pelo falecimento do empresário: “Nesse momento de tristeza e dor, rogamos a Deus que conforte os corações de familiares e amigos”.

Gostou? Compartilhe!
Share on Pinterest
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar