O vice-governador, Carlos Brandão, com o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA), Fábio Nahuz, em reunião hoje no Edifício João Goulart (Foto/Divulgação)

 

Muito proveitosa a reunião que aconteceu na manhã desta segunda-feira, 17, com o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA), Fábio Nahuz, e o vice-governador, Carlos Brandão, no seu gabinete no Edifício João Goulart, para tratar sobre a cadeia produtiva da construção civil do Maranhão.

Segundo o Sinduscon, o Maranhão possui 18.465 empresas do setor da construção civil. As Micro e Pequenas Empresas representam 85,5% das empresas da Construção Civil, percentual que equivale a 15.821 e empresas. O Microempreendedor Individual (MEI) possui uma participação significativa, representando 36,7% das empresas do setor.

Tem mais: São Luís foi responsável por 36,7% da abertura de empresas no setor da Construção Civil em 2020. Em 2020 foram abertas 361 empresas a mais que em 2019.

A expectativa de crescimento do estoque de empresas da Construção Civil Maranhense para 2021 é de 4,5%. Um resultado totalmente crível observando o ritmo de crescimento apresentado ao longo dos últimos 10 anos. Em 2020, o setor cresceu 9,8% quando comparado a 2019. (Fonte: Jucema)

Gostou? Compartilhe!
Share on Pinterest
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar