São Luís tem a gasolina mais barata entre as capitais do Nordeste, aponta ANP

Nedilson Machado
As fiscalizações realizadas pelo Procon/MA ocorrem rotineiramente, com rotas definidas pelo órgão e por denúncias realizadas pelos consumidores (Foto/Divulgação)

 

Um levantamento realizado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), no período de 17 a 23 de dezembro, revelou que São Luís é a capital do Nordeste onde o litro da gasolina comum é mais barato, com valor médio de R$ 5,00. Na contramão de outras cidades, onde tem sido distribuído um aumento dos preços, a capital maranhense conta com fiscalizações e pesquisas regulares de valores realizadas pelo Procon/MA.

“Ficamos muito satisfeitos com o resultado desse levantamento, por percebermos que o trabalho contínuo de fiscalização que realizamos, de envio de preços, notificação de postos de ajuda na manutenção desse preço mais saudável para o consumidor; sem aumentos abusivos e respeitando os direitos de quem consome”, destacou a presidente do Governo, Karen Barros.

Apenas em 2023, 174 ações de fiscalização de postos de combustíveis foram realizadas pelo Instituto. Dessas, 104 foram notificações, e, nas visitas aos estabelecimentos, chegaram a ser registrados 58 autos de constatação e 12 autos de infração.

As fiscalizações realizadas pelo Procon/MA ocorrem rotineiramente, com rotas definidas pelo órgão e por denúncias realizadas pelos consumidores. Além dos valores, também são apuradas reclamações sobre qualidade dos combustíveis, volume registrado nas bombas e outros aspectos.

Quem encontrar irregularidades pode realizar sua denúncia pelo site procon.ma.gov.br ou aplicativo do órgão, VIVA PROCON.

Nas demais capitais nordestinas, os preços variaram entre R$ 5,12 e R$ 5,97 no mesmo período, sendo Fortaleza uma capital com maior valor.

Em cada capital, o preço médio da gasolina geralmente ficou da seguinte forma:

Aracaju (SE): R$ 5,21;

Fortaleza (CE): R$ 5,97;

João Pessoa (PB): R$ 5,55;

Maceió (AL): R$ 5,51;

Natal (RN): R$ 5,96;

Recife (PE): R$ 5,12;

Salvador (BA): R$ 5,69;

São Luís (MA): R$ 5,00;

Teresina (PI): R$ 5,21

Compartilhe este artigo