Mulher de muitos ofícios nas artes e afins, Leila Boás agora vai se dedicar a produzir bolos “fakes” num atelier/loja montado no Maranhão Novo (Fotos/Divulgação/Ilustração)

 

O bolo, assim como outros itens do casamento, é um dos grandes protagonistas da festa. E o bolo cenográfico, ou “fake”, como alguns chamam, tem se tornado opção para muitos casais devido a sua praticidade, valor e outros fatores.

Muitos são tão bem feitos, que a maioria dos convidados não faz ideia que aquele lindo bolo não é de verdade. É o caso dos bolos “fakes” confeccionados pela artista plástica Leila Boás, que está às voltas com a montagem de um atelier, em sua residência no bairro Maranhão Novo, especialmente para produzir este importante “personagem” das grandes celebrações.

Inovação sempre

A intenção de Leila Boás é realizar a inauguração da loja, denominada “Bolo Fake da Ilha”, neste próximo mês de dezembro, com a exposição de várias peças do produto, confeccionadas em variados temas. O endereço da loja é Rua G, Quadra 7, nº 33, Maranhão Novo, e o telefone para as encomendas é (98) 985278076.

A artista plástica, que também é escritora, cenógrafa, vitrinista, decoradora, escultora profissional em cera, mármore e materiais diversos, mestra em construção civil, projetista de arte design, promotora de eventos, expert em modelagem de animes em gesso liso e arabesco; tem como lema inovar sempre.

Aliás, é isso que ela não para de fazer. Durante toda a pandemia não deu trégua ao trabalho e, dentre outras atividades, dedicou-se à confecção de “bolos fakes” para decoração de festas, principalmente de aniversários e casamentos.

E com a apresentação das primeiras peças para amigos, clientes e familiares, e muitos elogios disparados, se empolgou para profissionalizar as suas criações.

Mais sobre Leila Boás

A artista Leila Boás, que é maranhense de Pinheiro, para quem não sabe, já circulou meio mundo nestes mais de 30 anos no exercício da arte contemporânea, nos mais diferentes estilos e formas. Obras de sua criação, como esculturas em fibra de vidro, tamanho natural, de astros como Elvis Presley, Michael Jackson e Raul Seixas, estão em exibição na Galeria do Rock, no Centro de São Paulo. Nos Estados Unidos, em 2002, entre suas obras, é autora de uma escultura de braket com um metro e meio de altura para o Club de Golf de Donald Trump. Também neste mesmo ano assinou a decoração da exposição da Callas Gallery Lake Florida, entre muitos e muitos outros trabalhos.

Gostou? Compartilhe!
Share on Pinterest
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar